data='blog' name='google-analytics'/>

Seguidores

Sugestões de Livros

Livro Parábolas

A Petra Editora promove, ​no dia 8 de novembro, em Londrina, o lançamento do livro "Parábolas". Haverá uma breve apresentação da obra e sessão de dedicatórias, com o autor Padre Reginaldo Manzotti. 

O evento está marcado das 15h às 21h, na Livrarias Curitiba do Shopping Catuaí. A entrada é franca.

sugestoes de livros


Seria possível encontrar relação entre os textos bíblicos, escritos há cerca de dois mil anos, com a realidade contemporânea? Com "Parábolas", segundo livro da trilogia "Sinais do Sagrado", Padre Reginaldo Manzotti ajuda os leitores a refletirem sobre as histórias contadas por Jesus Cristo, atualizando seus apelos. 

Para cada uma das oito parábolas analisadas pelo Padre, o livro apresenta um testemunho real e faz ver "como as histórias contadas por Jesus tem o poder de inspirar e transformar nossas vidas". Além disso, em cada capítulo o Padre sugere um Salmo, transformando a leitura do livro num caminho de oração e contemplação do sagrado. 

"No livro `Parábolas’, faço uma reflexão sobre o que Deus quer para nossas vidas e como podemos desenvolver a nossa espiritualidade, aplicando os ensinamentos de Jesus em nosso cotidiano", explica Padre Manzotti. 

Com apresentação do teólogo da PUC do Paraná, Frei Clodovis Boff, "Parábolas" está no contexto maior da trilogia, que tem o objetivo de, por meio de estudos bíblicos, identificar os "sinais do sagrado" na vida do homem comum dos dias atuais. Além disso, este novo livro cumpre com excelência a missão do Padre Manzotti, que escolheu como lema uma frase que, diariamente, o desafia: "Evangelizar é preciso". 

Dedicatórias: 

Para garantir a dedicatória, será preciso retirar uma das senhas numéricas que serão distribuídas ao público na Livraria Curitiba, de Londrina, a partir de 2 de novembro, às 12h, e ter o exemplar da obra. Para agilizar o atendimento, haverá um fotógrafo contratado que registrará as pessoas ao lado do autor. Todas as imagens estarão disponíveis gratuitamente no www.padrereginaldomanzotti.org.br, em até cinco dias úteis. 

Serviço: 

Haverá uma breve apresentação e sessão de autógrafos para o lançamento do livro Parábolas. 

Data: 8/11/2015 
Horário: 15h às 21h 
Local: Livrarias Curitiba - (Rodovia Celso Garcia Cid, s/n, Km 377, Londrina-PR). 

Título: Parábolas 
Autor: Padre Reginaldo Manzotti 

fonte: www.bonde.com.br


 Não se Iluda, Não

sugestões de livros




Depois de passar um ano sem namorado, Isabela está determinada a realizar o grande sonho de ser uma escritora reconhecida. Resolve dar os primeiros passos anonimamente, criando um blog onde assina como 'A Garota em Preto e Branco'. Em seu diário virtual, ela desabafa, fala dos amigos, dos não tão amigos assim, e confessa suas aventuras e desventuras amorosas. Assunto é o que não falta. Durante uma temporada agitada em Costa do Sauípe, na Bahia, acompanhada por Pedro, Amanda e sua insuportável prima Nataly, Isabela conhece o irresistível Gabriel, um sujeito praticamente perfeito, a não ser por um pequeno detalhe... Entre shows e passeios na praia, Isabela precisa admitir para si mesma que sente uma atração cada vez maior pelo seu melhor amigo. Em seu segundo livro, Isabela Freitas dá sequência às histórias dos personagens de 'Não se apega, não'. Dessa vez, com a cabeça nas nuvens e os pés firmemente no chão, a personagem Isabela vai em busca daquilo que seu coração realmente deseja, mesmo quando seu caminho é bem acidentado e cada curva parece esconder uma nova surpresa.

Origem: NACIONAL
Editora: INTRINSECA
Idioma: PORTUGUÊS
Edição: 1
Ano: 2015
País de Produção: BRASIL
Código de Barras: 9788580577686
ISBN: 8580577683
Encadernação: BROCHURA
Altura: 23,00 cm
Largura: 16,00 cm
Comprimento: 1,60 cm
Peso: 00,34 kg
Complemento: NENHUM
Nº de Páginas: 272
fonte: Livraria Cultura






Livros mais vendidos de 2015

sugestões de livros, variedades
variedades, sugestões de livros


Livro - Geração de Valor
Desde que nascem, as pessoas são treinadas para agir de acordo com o senso comum. O ensino convencional as estimula a buscar segurança, e não liberdade. Com medo de se arriscar, a maioria segue o fluxo da boiada e sonha pequeno, optando por conseguir um emprego estável e passar anos financiando a casa própria.
Flávio Augusto também sofreu todas essas pressões, mas conseguiu sair da conformidade bem cedo. De uma família simples da periferia do Rio de Janeiro, aos 23 anos, escolheu o caminho do empreendedorismo, criou uma escola de inglês que deu origem à bem-sucedida rede Wise Up e logo se tornou um dos mais jovens bilionários brasileiros. 
Indignado com o modelo imposto pelo senso comum, Flávio resolveu arregaçar as mangas e mostrar às pessoas que é possível pensar de forma diferente. Para difundir sua mentalidade vitoriosa, criou o projeto Geração de Valor e começou a compartilhar seus conhecimentos no Facebook, no YouTube, no Twitter e em um blog, inspirando milhões de pessoas. 
Não tenha dúvida: o empreendedorismo é para todos, tanto para quem estudou em Harvard como para quem se formou em Tribobó do Oeste. O sucesso, como Flávio costuma dizer, é uma ciência exata que qualquer um pode aprender. Portanto só depende de você conquistar o que deseja. 
O livro traz uma seleção dos textos mais afiados e das charges mais provocadoras do Geração de Valor e é uma oportunidade de enxergar o mundo de outra forma. Leia, aprenda a pensar fora da caixa e comece agora sua jornada rumo ao topo. 
fonte: americanas.com.br




A Rainha Descalça - Ildefonso Falcones

Livro indicado por Luciano Camargo - da dupla Zezé di Camargo e Luciano!

sugestões de livros

Nós, os ciganos, sempre fomos livres. Todos os reis e príncipes de todos os lugares do mundo pretendem dobrar-nos e nunca o conseguiram. Jamais poderão com nossa raça; Estamos melhor do que todos eles, mais inteligentes. Necessitamos de pouco. Tomamos o que nos convém: o que o criador pôs neste mundo não é propriedade de ninguém, os frutos da terra pertencem a todos os homens, e, se não gostarmos de um lugar, vamos para outro. Nada nem ninguém nos amarra. (…). Assim é que sempre vivemos. 

p. 44

~~~*~~~

Em janeiro de 1748, Caridad – uma mulher negra como a noite – desembarca na Espanha. Veio de Cuba e deixou para traz um passado de escravidão e um filho que jamais reencontrará. Agora, era uma mulher livre. Mas o que fazer com a tão sonhada liberdade? A servidão estava enraizada em seu ser, as únicas coisas que ela sabia fazer era receber ordens e trabalhar o tabaco.


Quando chega a Sevilha, mais uma vez se vê à mercê de homens cruéis. Largada a própria sorte, sedenta e febril, resigna-se e aguarda o chamado de seus deuses. Mas ainda não havia chegado sua hora… 

Um homem de pele escura e curtida a encontra, mudando seu destino para sempre. Melchor Vega, um cigano que vive do contrabando de tabaco, leva Caridad para o cortiço onde vive com o intuito de aplacar sua sede. Mas sua neta, Milagros, desenvolve uma terna amizade pela negra.


Milagros é uma jovem cigana por cujas veias corre o sangue dos Vega – rebelde e indomável dos de sua raça. A garota está apaixonada por Pedro Garcia, sentimentos que jamais serão aceitos por sua mãe e avô. Sua família, alimenta um ódio profundo pelos Garcia, uma rixa que Milagros não entende porque deve se estender a ela.  E em nome desse amor proibido, Milagros está disposta a opor-se a sua família…


Sempre juntas, Caridad e Milagros se tornam confidentes e são inseparáveis. A ex-escrava passa a trabalhar com o tabaco contrabandeado por Melchor e tenta entender os novos sentimentos que está desenvolvendo pelo cigano que a acolheu. Mas essa amizade é posta a prova em julho de 1749.


Um decreto real determina que todos os ciganos são pessoas infames e prejudiciais. Devem ser extirpados, como uma praga, de toda Espanha. Tropas reais foram enviadas a todas as cidades para uma ação conjunta, para que todos os ciganos – homens, mulheres e crianças – sejam presos. 

Milagros consegue fugir, mas a prisão de seus pais provoca uma reviravolta em sua vida. Quando a jovem cigana pensa que está diante da felicidade tão sonhada, o destino decide intervir… O ódio e a vingança traz a desgraça para o cortiço. Sua amizade com Caridad é rompida e já não possui o amor de seus familiares.


Os caminhos dessas duas mulheres seguem sentidos opostos. O que as levará de encontro a paixões, traições, dor e perda…

~~~*~~~

A Rainha Descalça – terceiro livro do autor Ildefonso Falcones – é um romance histórico emocionante. Sinto-me privilegiada pela oportunidade que tive em ler todos os romances do autor. Em seu primeiro livro – A Catedral do Mar – Falcones nos apresenta uma história de miséria e servidão, de um homem do povo, transcorrida na Barcelona do século XIV. Em A Mão de Fátima acompanhamos a perseguição dos mouriscos, o conflito entre muçulmanos e cristãos na Espanha do século XVI. Agora, o autor nos brinda com uma história de luta, amizade, amores, perdas e vingança – embaladas ao som de canções e danças ciganas. Um povo perseguido, mas que não se deixa dobrar pelas leis dos payos*, altivos, cujo orgulho de suas tradições, a liberdade e o amor pela família constituem seu bem mais precioso.


Ildefonso Falcones nos leva ao século XVIII, de Sevilha a Madri, numa história de desventuras e injustiças, sobre pessoas que vivem à margem de uma sociedade regida pela intolerância e preconceito. Nas páginas de A Rainha Descalça, não encontramos a vida cigana descrita de uma forma romantizada, mas vemos um povo desprezado… pobre, que sobrevive de pequenos trabalhos, da mendicância, do furto, do contrabando, da leitura das linhas da mão e de sua arte… cantos e danças. O autor detalha os costumes, as tradições e o cotidiano dos ciganos, e demonstra que mesmo perseguidos foram capazes de resistir.


Nesse cenário, ao mesmo tempo sedutor e doloroso, encontramos duas mulheres cujos caminhos se cruzam e vivem uma história de amizade e desesperança. Caridad é uma ex-escrava que não sabe como ser livre, a vida inteira recebeu ordens e castigos. Milagros é uma jovem cigana que sonha com um amor proibido, rebelde e disposta a enfrentar a fúria de sua família para ter o que deseja. De certa forma, elas percorrem um caminho inverso… Enquanto Caridad só conhecia o cativeiro, aos poucos aprende a ser dona de si e encontra seu lugar, já Milagros, que sempre foi livre, se vê subjugada e humilhada. Falcones tem uma habilidade impressionante de tecer personagens femininos fortes… endurecidos e ao mesmo tempo delicados e vulneráveis.


Entretanto, pude perceber uma ligeira diferença nesse romance. Achei A Rainha Descalça mais profundo… melancólico, talvez. É uma história linda e triste, que até mesmo as conquistas são entremeadas de dor, perda e rancor. Fiquei com impressão de que há um preço a pagar por cada escolha… por cada palavra dita. Nos outros livros do autor eu vivenciei momentos tristes, mas também de alegria e contentamento. Não senti isso aqui, do início ao fim fui envolvida por emoções de pesar, aflição e mágoa. E esses sentimentos são traduzidos pelos personagens através de canções repletas de lamentos e amarguras.


Eu sei que estou “rasgando seda”, mas se vocês lerem minhas resenhas dos outros livros do autor, perceberão que eu realmente sou apaixonada por seu trabalho. Ele não escreve épicos que chocam pelas cenas de batalhas e carnificina, mas ele emociona pela crueza da realidade que as pessoas vivenciavam numa época de intolerância. Servos, muçulmanos, negros e ciganos já foram temas em seus livros.


O autor tem o poder de nos transportar para um outro tempo e nos concede o prazer de conhecer um pouco da história da Espanha. Se você é fã de romances históricos, leia Ildefonso Falcones! Qualquer um de seus livros será uma leitura excepcional…


* Payo: para os ciganos, pessoa não cigana. O mesmo que "gadjô".

fonte: Lendo nas Entrelinhas



Jardim Secreto -  Johanna Basford

sugestões de livros


Livros de colorir e lápis de cor não são mais itens exclusivos ao dia a dia das crianças. Isso porque uma nova onda tomou conta dos adultos: os livros antiestresse. O objetivo dessas publicações, que trazem desenhos em branco, é que as pessoas pintem as figuras e, com isso, tenham momentos relaxantes para se livrar da loucura que toma conta da rotina. Mas será que essa técnica realmente funciona?


Pintar afasta o estresse?


sugestões de livros

A proposta surgiu com o Jardim Secreto, livro escrito pela escocesa Johanna Basford. A palavra “antiestresse” inclusa no subtítulo do livro entrega a pretensão da autora. O psicólogo Fernando Figueiredo Romeiro afirma que a pintura realmente tem efeito tranquilizante e organizador. Segundo o profissional, esta é uma das atividades usadas na terapia ocupacional para pacientes com distúrbios mentais como ansiedade e até pacientes com transtornos psicóticos. Ele conta que trabalhou numa clínica em que os pacientes gostavam muito de pintar mandalas. “Acho que esta atividade tem um efeito muito positivo, o único problema é quando isso se torna uma compulsão e a pessoa passa boa parte do dia fazendo só isso”, diz o especialista.


Livros de pintar para adultos


sugestões de livros


Já existe no mercado outros livros com a mesma ideia. A autora de “Jardim Secreto” lançou uma segunda edição chamada “Floresta Encantada”. Há também duas edições de um livro somente de mandalas, o “Mandalas Mágicas” e outros títulos como “Floresta Mágica” e “Jardim Encantado”. Uma variedade enorme de desenhos para satisfazer todos os gostos. E você, já pensou em tirar alguns minutinhos para exercer a atividade?

sugestões de livros


O livro original, lançado no Brasil pela editora Sextante, tem 96 páginas e custa cerca de R$30. Até 15 de abril já tinham sido vendidos cerca de 100 mil cópias no país e mais de 1,5 milhão e meio no mundo todo, segundo dados divulgados pela Folha de S.Paulo.

fonte: Bolsa de Mulher


Se eu ficar


Gayle Forman


sugestoes de livros



A vida de Mia é perfeita. Ela tem 17 anos e é uma violoncelista muito talentosa. Seus pais são super carinhosos, seu irmão caçula, Teddy, é uma graça, sua melhor amiga, Kim, é ótima e seu namorado, Adam, é lindo e extremamente apaixonado por ela. Porém, um acidente muda tudo.

Essa é a história do livro "Se Eu Ficar" de Gayle Forman. Mia tinha planos e expectativas de um futuro brilhante como música, além de estudar na Julliard, uma das maiores escolas de artes do mundo. Só que tudo é interrompido quando ela e sua família sofrem um acidente de carro em um dia de neve.

Mia fica extremamente machucada, seus pais não estão muito melhor e Teddy precisa de cuidados urgentes. O problema é que ela não consegue ajudar. Mia está fora do seu corpo.

Presa entre a vida e a morte, Mia tem que escolher se vai partir ou ficar. A história é contada com flashbacks de momentos importantes da vida dela e os relatos médicos do doloroso presente.

"Se Eu Ficar" é uma história sobre a vida, música e vários tipos de amor. Cada um dos personagens influência na escolha de Mia, ajudando-a ou tornando mais difícil a sua escolha.

O livro virou filme, que tem a sua estreia prevista para 22 de agosto nos EUA. Chloe Moretz faz o papel de Mia e Jamie Blackley foi escolhido para interpretar Adam. O longa ainda não tem previsão de estreia aqui no Brasil.

O livro tem uma continuação, "Where She Went", que também não tem previsão de lançamento aqui no Brasil. A história é contada por Adam e mostra os acontecimentos após o acidente.

Corra para ler o livro e ver se Mia decidiu ficar ou não. Veja abaixo o trailer do filme


fonte: Meom


Ansiedade - Augusto Cury


sugestoes de livros

Descrição
Você sofre por antecipação? Acorda cansado? Não tolera trabalhar com pessoas lentas? Tem dores de cabeça ou muscular? Esquece-se das coisas com facilidade? Se você respondeu “sim” a alguma dessas questões, é bem provável que sofra da Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA). Considerada pelo psiquiatra Augusto Cury como o novo mal do século, suplantando a depressão, ela acomete grande parte da população mundial. Neste livro, você entenderá como funciona a mente humana para ser capaz de desacelerar seu pensamento, gerir sua emoção de maneira eficaz e resgatar sua qualidade de vida.
fonte: Saraiva.com.br



Professor Não É Educador

Sugestões de Livros


A obra ‘Professor não é educador’ é um excelente subsídio para os profissionais da educação. O livro que já está à venda é uma produção do professor aposentado Armindo Moreira, que por mais 20 anos atuou na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) e fez história no município de Toledo.

Uma das mensagens mais importantes trazidas pelo livro é de que um professor não pode fazer o que não lhe compete, mas é possível superar-se a cada dia, naquilo que de fato lhe compete. A pretensão é que a cada linha, o professor compreenda que não deve ser educador de seus alunos e que é nocivo dar ao professor a missão de educar. Sua real função é instruir.

O livro contém textos variados, com tópicos de curta extensão. Levando ao leitor, desde crônicas até o relato pessoal e à avaliação crítica. As histórias evidenciam o cotidiano de uma sala de aula, exemplificando diversas situações vividas pelo autor. Diversos assuntos que envolvem o ensino educacional também são abordados.

Entre tantos exemplos, no decorrer da obra, o autor revela que as deficiências no campo educacional do Brasil, não são maiores do que nos países ditos como mais desenvolvidos. Ele menciona que o Brasil não é melhor nem pior, e que ele tem cultura, tradições, boas relações humanas e entusiasmo, tudo para ser brilhante. No prefácio do livro, ele relata que a obra pode ser amada ou odiada, mas que o objetivo é fazer com que o leitor não seja a mesma pessoa após sua leitura.

Exemplares da obra já estão disponíveis em algumas livrarias da região Oeste do Estado, mas também é possível adquirir a obra pelo endereço eletrônico www.solivros.com.br. A pretensão era de que o autor realiza o lançamento do livro na cidade de Toledo, mas devido seu estado de saúde, não foi possível promover o evento 

O AUTOR


Armindo Moreira é de nacionalidade portuguesa, mas morou em diversos países. Em suas passagens por vários locais conheceu seus respectivos sistemas de ensino. Dedicado e com profundo amor ao ofício de sala de aula, tem seu trabalho reconhecido através do respeito de seus ex-alunos. Um professor aposentado que de alguma maneira tem a pretensão de auxiliar os profissionais da educação a desenvolver um trabalho com qualidade.



Fonte: Jornal do Oeste





Em busca de sentido - Viktor Frankl


Sugestões de Livros



Em busca de sentido - Viktor Frankl

Psiquiatra austriaco, Frankl relata No livro A SUA Própria Experiência Nos Campos de Concentração Que o Levou À Descoberta de Um Novo ramo da psicoterapia, a Logoterapia.

Frankl TEVE Quase Toda a Família exterminada Nos Campos de Concentração, Onde buscou incessantemente Uma Razão Para se Manter vivo, em Meio à bestialidade humana experimentada e presenciada de Todos os dias, em TODAS Como Situações.

Enquanto Freud trabalha Como frustrações da vida sexual, Frankl, na Logoterapia, trabalha Como frustrações na busca de sentido e significado da vida.

O livro, triste nsa SEUS RELATOS Pessoais, E UMA Lição Paragrafo QUALQUÉR hum Que esteja em Meio de adversidades, lançando Perguntas Sobre a vida e Seu SENTIDO. A Experiência de Frankl E UMA constante busca de sentido na vida, enquanto Procura Uma migalha de alimento para Conseguir Manter a mente suficientemente Lúcida.

Mostra ELE Que a vida em Meio à dor OE Sofrimento E o lugar também exercitar a compaixão Pará eA generosidade. Quanto nºs sentimos deprimidos MAIS, desprovidos e maltratados, Pensamos sim em Receber Alguma Coisa, Mas devemos também Pensar em dar Alguma Coisa Uma Alguém em Situação Mais degradada.

Cita Como Frankl Palavras de Nietzsche: Quem TEM Por Que Viver, PODE suportar QUALQUÉR como - Que retrata bem à Própria Experiência de busca de sentido na Condição de extrema humilhação e Sofrimento.

Viktor Emil Frankl Nasceu em Viena em 1905 e faleceu em 1997, o médico e psiquiatra Que fundou Uma escola da Logoterapia. O Seu nome e Um destaque no campo da psicanálise, juntamente com Freud, Lacan, Jung e Adler hum. Antes da II Grande Guerra, Frankl Já clinicava em hum psiquiátrico do Hospital em Viena, e com a guerra, foi confinado a Campos de Concentração, Onde, em Meio à Experiência extrema da Condição humana, elaborou o Que Veio a Ser Chamada posteriormente de Logoterapia , Tida Como a Terceira escola vienense da psicanálise.

Frankl ensinou na Escola de Medicina de Viena e publicou Diversos Livros, dentre ELES: A Presença ignorada de Deus.

EXISTE UM Hoje atuante instituto Dedicado Ao Seu Trabalho, o Instituto Viktor Frankl.

fonte: Projeto seja feliz







 Livro: Holocausto Brasileiro
Autora: Daniela Arbex
Editora: Geração



 Este E UMA das RESENHAS Mais dificeis, OU TALVEZ A MAIS Difícil, Que Eu Faço Aqui no blog. Para quem AINDA NAO FALAR DESTE ouviu LIVRO, O Holocausto Brasileiro SE TRATA das MAIS de 60 mil mortes ocorridas no Hospital Colônia e also that DOS NÃO morreram, mas tiveram SUAS Vidas transformadas em hum inferno. Pra quem NÃO SABE ESSE Hospício funcionava Aqui em Barbacena (sim, eu sou da famosa Cidade dos Loucos) e podios Ser comparado AOS Campos de Concentração nazistas.







O Hospício fundado em 1903, com CAPACIDADE de 200 Internos, Chegou a abrigar Quase 2000. loucos Pará La Nao iam SOMENTE OS, also iam Jovens Garotas estupradas patrões POR, maes solteiras, Homossexuais, Pessoas Que perderam SEUS DOCUMENTOS e aqueles Que mexiam com PESSOAS Maior de Poder. Com Uma superlotação Grande, vezes OS Internos MUITAS dormiam em fenos espalhados Cabelo Chão dos Pavilhões do hospital, ficavam sem alimento o Suficiente Para Que pudessem saciar SUA fome, tinham Que Fazer beber esgoto Que passava Pelos terrenos do Hospital UM FIM de Nao Morrer de sede , sofriam COM Choques Elétricos (constantemente Chegando Ao óbito) e Otras Diversas Formas de tortura.
Daniela Arbex Faz Uma forte Crítica Ao that here acontecia em Barbacena POR volta de 1930 a 1980 (Período dos maus tratos), Contando a História dos Sobreviventes do Colônia: rapaz era Que foi tímido Parar NÃO Hospício Porque, Jovem de 14 anos Que foi engravidada Pelo patrão e mandada Pará cá, gente Que Nem sabiá o Motivo de vir pro Hospício.

Daniela critica Como Autoridades eA População de Barbacena, POR Terem deixado Tais Coisas acontecerem. Embora eu nao VEJA TANTO Uma População de Barbacena Como culpada, JA Que conversei COM MEUS Pais e Éles me contaram Que o OS Viam "doidos de Barbacena" vestidos com uniforme azul hum na rua, Fazendo Serviços Pará a prefeitura e that Pelo O Que Enguias sabiam essas PESSOAS POR ISSO recebiam e ERAM Bem tratadas. De Fato ELAS NÃO ERAM, mas MUITAS PESSOAS tinham o desconhecimento da Verdadeira Situação, era POIs ESSE o Interesse dos Políticos.
Agora Aqui em Barbacena NÓS TEMOS o Museu da Loucura e also o Festival da Loucura, Que tentam resgatar hum dos memoria Que sofreram Nenhum Colônia e Contar ESSA Verdadeira História de terror. Já participei de hum dos Festivais. Mostra ha, Palestras Sobre o ASSUNTO e Mostras de filmes Que tratam da loucura. No museu fui eu Nunca, POR Falta de Oportunidade. Minha Mãe Já foi e me Contou Sobre Uma sala Onde era realizada Uma lobotomia (Cirurgia em Que se cortava Parte do Cérebro Para tentar Conter a patients Violência DoS), Que É Toda Escura, Contém Uma maca e OS Equipamentos da Cirurgia. Há also a Presença de Um vídeo Exibindo Imagens e hum som de Pessoas Gritando. Pretendo ir sem Desta de ano final, POIs Estou estudando Há hectare por hectare por Ha em Outra Cidade e nessas Minhas Férias NÃO vai dar, Quando eu Fizer ESSA visita, tentarei Fazer Uma postagem pra VOCÊS.
A Escrita da Daniela Arbex E simples e comovente. A gente Lê rapidinho O Livro e se emociona com Bastante Como Histórias. Espero Que Esse Livro Toque no Coração de MUITAS PESSOAS, Assim Como Tocou o meu. E that Sirva Pará POR FIM à hospícios Como este, that AINDA existem no Brasil e no Mundo.
Abaixo seguem algumas fotos Que Eu Tirei do Livro EO Documentário Em Nome da Razão, Não Realizado Colônia.







  fonte: Livinhas-place

Pablo Escobar
Ascenção e Queda do Grande Traficante de Drogas


Sugestões de Livros



Sinopse

O Que Dizer Sobre o colombiano Pablo Emilio Escobar Gaviria (1949-1993) e Que AINDA NÃO foi Dito. Sim, AINDA há Uma Muito if Dizer Sobre Esse senhor, that acumulou Uma fortuna de bilhões de Dólares Como hum dos MAIORES narcotraficantes do Mundo, chefe do afamado "cartel de Medelín". "El doctor", era de Como muitos Chamado POR (apelidos Entre página Outros), matava cirurgicamente, MAS TAMBÉM arrasava sem dó NEM piedade com FAMÍLIAS, Instituições e governos. O resultado da soma de Belica SUA mente doentia com o SUA CAPACIDADE grande de Fazer o mal o colocou na Lista dos criminosos Maïs Perigosos do Mundo, Segundo a Agência Antidrogas dos Estados Unidos, a DEA. Alias, Seu Poder de fogo desafiou o da poderosa Nação POR VÁRIAS vezes. Como ELE fez ISSO e viveu Como hum rei ATÉ Ser morto num cerco policial, AOS 44 anos, EO Que o Leitor Descobrir vai Ao ler Como Páginas de Pablo Escobar, do jornalista colombiano Alonso Salazar, that SERVIU de Inspiração Pará Uma Série Pablo Escobar, O Senhor do Tráfico, exibida no canal por assinatura + Globosat.
fonte:  http://livraria.folha.com.br





O Segundo Suspiro


Sugestões de Livros


Philippe Pozzo di Borgo era hum Executivo de Sucesso e herdeiro de Duas Tradicionais FAMÍLIAS Francesas. Porem em 1993 SUA vida sofre Uma reviravolta when Dramática, APOS UM Acidente de parapente, ELE FICA tetraplégico ...

Trecho do Livro: O Segundo Suspiro de Philippe Pozzo Di Borgo. 
Os maratonistas conhecem o Segundo suspiro. E UMA especie de Estado de graça. A Respiração se suaviza, Torna-se Mais profunda, a dor desaparece. NOS sufocamos precipitarmos nsa AO NSA, AO querermos Melhores Ser OS, Primeiros OS.
Aqueles Que respiram Melhor, Ao cabo de Vinte UO Trinta quilómetros São aqueles Que visualizam Uma chegada. AE O Banquete meta divino, o amor reencontrado. Essa Visão da Chegada E essencial.
Nunca se corre Uma maratona Sozinho.

fonte: Livraria Saraiva




Os Anos de Aprendizado de Wilhelm Meister, de Goethe

Sugestões de Livros


O livro de Johann Wolfgang von Goethe "CRIOU", Segundo Marcus Vinicius Mazzari, "o Gênero Que Mais tarde foi Chamado de 'Romance de Formação" (Bildungsroman), A MAIS Importante Contribuição Alemã A história do romance Ocidental. (...) Goethe empreendeu a Primeira Grande Tentativa de retratar e discutir Uma Sociedade de Seu ritmo de Maneira global, colocando no centro do romance A Questão da Formação do individuo do Desenvolvimento de SUAS POTENCIALIDADES Solucar condições Históricas concretas ",. (Editora 34 , Tradução de Nicolino Simone Neto.)

fonte: Revista Bula