data='blog' name='google-analytics'/>

Seguidores

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Melhorando a qualidade de relacionamento com seu cão




Qualidade
Como você lida com seu cachorro? Ele ganha comida, banhos, cuidados médicos e um carinho vez ou outra? Ou você convive com seu cão interagindo com ele e compartilhando a vida? Fique de olho em algumas dicas para dar mais qualidade ao relacionamento entre humanos e cães. E a primeira delas é… Passar mais tempo juntos! Relacionamentos são feitos de experiências compartilhadas e cães são animais sociais que não deveriam ficar longos períodos de tempo sozinhos e sem estímulos.


Eduque

Cães educados têm mais liberdade, são mais aceitos socialmente e, com isso, passam mais tempo junto às pessoas. Um cão que sabe que não pode ficar pedindo comida quando alguém está fazendo uma refeição fica mais tempo em família, pois pode ficar quieto ao redor da mesa, por exemplo. Além disso, cachorros gostam de trabalhar, de desenvolver tarefas e de serem recompensados por isso.


Linguagem

Comunique-se claramente com o cachorro. Conversar como se ele fosse humano não adianta, no máximo ele percebe se você está aprovando um comportamento ou reclamando. Aprenda um mínimo sobre linguagem canina, use comandos de voz e de gestos e fale baixo. Gritar só aumenta latidos e gera nervosismo, em você e no cão. Seja consistente no uso dos comandos. Quanto mais repetidos, mais assimilados. Você sabia que deficientes visuais são instruídos a treinar seus cães-guia diariamente?

Conquiste

Comida e afeto estão diretamente ligados na mente dos cães. Não estou falando de usar comida para compensar possíveis culpas que você tenha com o cachorro, mas de caprichar na dieta dele. Cresce o número de quem já deixou de dar ração seca e passou a preparar dietas específicas para seus cães. No blog www.maedecachorro.com.br há um texto específico sobre comidas que podem ser adicionadas à ração para agradar o apetite do peludo e aumentar sua saúde sem prejudicar a dieta.  


Brinque

Brincar aproxima, desenvolve confiança e redireciona energia. Você escolhe quando começar e quando parar, mas o cão precisa desse tempo de interação com você.

Calma

Nunca interaja com um cachorro, ou melhor, com ninguém, quando estiver nervoso. Cães são o nosso reflexo e estados emocionais contaminam a todos que estão em volta. Acalme-se e depois procure seu cachorro para que ele possa te deixar melhor ainda.

Estude

Quando sabemos identificar quando um cão está ansioso ou assustado, podemos protegê-los de situações que podem terminar mal, como brigas. Se seu cão sabe que pode contar com você para estar seguro, os laços de confiança entre vocês serão muito mais fortes. Isso é especialmente importante para quem espera que o cão faça a guarda pessoal, por exemplo. Um cão que seja muito ligado e grato a um humano, o defenderá sempre, mesmo sem treinamento.


Gostos

Saber quais são os gostos do seu peludo, suas brincadeiras, comidas e carinhos favoritos é importante. Saber o que ele não suporta, talvez seja mais ainda, principalmente para que visitas não corram o risco de levar uma mordida de advertência, por exemplo.

Toque

Escovar e acariciar nossos cães diminui o estresse deles e aumentam os laços de amizade, reduzindo a produção de cortisol, o hormônio do estresse e liberando ocitocina, o hormônio anti-estresse. Os benefícios do contato físico com os cães são os mesmos para nós, humanos, que inclusive morremos menos do coração por conta deles.

 fonte http://ndonline.com.br/