data='blog' name='google-analytics'/>

Seguidores

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Mente!!! Tempestades...

Sua mente é o maior instrumento ativo que você possua. Não existe qualquer problema que você não possa superar ou qualquer objetivo que não possa atingir quando utiliza as forças inacreditáveis do seu cérebro. O fato é que você é um gênio em potencial. Você tem a capacidade de funcionar em um alto grau de inteligência e criatividade nunca tido antes. De acordo com um especialista em cérebro chamado Tony Buzan, seu cérebro contém 100 bilhões de células. Cada célula é conectada e interconectada com 20000 outras células do cérebro. Isso significa que a quantia de permutas ou pensamentos que seu cérebro pode criar é maior do que o número de todos os átomos conhecidos no universo.

De acordo com o instituto da Stanford University nós não utilizamos 10 como se acredita, mas sim 2% da capacidade de nosso cérebro. Uma pessoa comum opera num nível muito, mas muito baixo de performance e resultados. Exercícios de Tempestade Mental (ou “Mind Storming”) podem ajudá-lo a focar na solução dos problemas, objetivos e desafios. Quanto mais você concentrar em qualquer que seja o pensamento, problema ou objetivo maior será a atividade de sua capacidade mental, estimulada e focada na resolução daquele problema ou alcance daquele objetivo.

O método seguinte tornou muitas pessoas ricas e foi desenvolvido por Nightingale Conant, um norte-americano motivador. Eu ensinei esse método para milhares de pessoas e negociantes. Na primeira vez que elas utilizaram este método, foram capazes de obter resultados que estavam muito além de suas expectativas.


A LEI DA CAUSA E EFEITO

“Mind Storming” é um método que utilizamos para gerar idéias. Diferente do “Brain Storming”, que é feito em grupo, esse método é utilizado a fim de gerar idéias sozinho. Sua mente possui ouro, sendo que você precisa saber como cavar esse ouro. Esse ouro representa a sua idéias. Pense nisso. Tudo que está a sua volta é o resultado da qualidade de suas idéias. Em outras palavras, as idéias seguem a lei da causa e efeito, que defende a existência de um efeito para cada causa.
Assim, se você quiser mudar o efeito (suas condições de vida atuais), tudo o que precisa fazer é mudar as causas (seus pensamentos, suas idéias). Simplificando: As idéias ou pensamentos são as causas e suas condições presentes são o efeito.

O método que você vai aprender agora vai revolucionar a sua maneira de pensar e ajudar-lhe a gerar idéias de qualidade para os problemas que estiver enfrentando. Esse método também é conhecido como “O método das vinte idéias”. Vejamos como funciona.

PENSE NO PAPEL

A tempestade mental é baseada no conceito de que “pensar no papel” é a melhor maneira de pensar-se. Por quê?

1. Quando você pensa no papel, sua mente é capaz de focar muito melhor ao problema.

2. Quando você pensa no papel pode ver as palavras (ou idéias) claramente e sua mente não se preocupa em ficar lembrando as idéias. É a mesma razão pela qual você não deve embarcar em seu dia de trabalho sem uma lista de coisas a serem feitas. Essa lista deveria ser escrita e não memorizada, pela simples razão de que sua mente não exerce qualquer energia desnecessária tentando lembrar-se da lista.

3. Pensar no papel é um ato criativo. Ele ajuda a sua mente a ser muito mais criativa.

4. O processo do pensamento é limitado por não ser linear, ou seja, as idéias não fluem um após do outro, mas numa forma genealógica. Um daquelas idéias ou passos da sua idéia pode ser desenvolvido mais e quando pensamos no papel, podemos ver como uma idéia pode desenvolver e fluir.

Vamos começar com o primeiro método de Tempestade Mental. Primeiro sente-se num lugar calmo no qual você não seja perturbado.


Tome um pedaço de papel limpo e escreva no topo da página o problema que você tem. Esse problema poderia ser escrito de variadas maneiras. Lembre-se de que um problema é o lado oposto de uma solução, sendo que, recolocando um problema você pode obter um ponto de vista diferente para a solução. Vamos dizer que seu problema seja dinheiro. Você trabalha como assalariado, mas não tem dinheiro suficiente para arcar com as despesas. Então escreva a questão seguinte:

COMO EU POSSO FAZER PELO MENOS R$ 3000 POR MÊS?
ou
COMO EU POSSO AUMENTAR MEU SALÁRIO PARA R$ 1000 A MAIS POR MÊS?
ou
O QUE MAIS EU POSSO FAZER DEPOIS DE MINHAS HORAS DE TRABALHO QUE ME
PROPORCIONE UMA RENDA EXTRA DE PELO MENOS R$ 1000 POR MÊS?
ou
O QUE POSSO FAZER DURANTE MINHAS HORAS DE TRABALHO QUE POSSA AUMENTAR
MINHA RENDA PELO MENOS R$ 1000 POR MÊS?

Como você pode ver, uma reformulação da pergunta pode realmente fazer diferença na maneira em que você elabora a solução. Depois de selecionar a pergunta mais iluminada à solução, escreva-a no topo do papel e escreva no mínimo 20 soluções para o problema (é por isso que o método também é conhecido por “o método das 20 idéias”), você verá que não é tão fácil quanto parece. É claro que as primeiras 3 a 5 respostas serão fáceis. As próximas 5 a 10 serão mais difíceis e as últimas 10 serão as mais difíceis de todas. Mas esse exercício é mais eficaz em estimular sua criatividade quando você realmente concentra-se em encontrar mais e mais respostas diferentes para a mesma pergunta. Um homem de negócios que estava trabalhando em cima de um problema por seis meses obteve sua melhor solução ou visão na sua vigésima resposta, pela primeira vez que fez esse exercício.

EXTRAINDO AS RESPOSTAS

Como você vai descobrir, as primeiras poucas respostas ou soluções possíveis ao seu problema poderiam ser óbvias e fáceis de produzir, respostas como trabalhar mais duro, horas adicionais ou treinamento adicional; no entanto, na medida em que você continuar a escrever suas soluções, descobrirá o quão difícil é produzir novas soluções. Quando você chegar na solução número 14 ou 15, poderá achar que não há mais nada a adicionar à lista, mas você deve persistir e comprometer-se consigo mesmo de que não levantará da cadeira enquanto não tiver completado as 20 respostas. Você descobrirá que as últimas poucas soluções carregam a solução crítica ao seu problema. Muitas pessoas que tentaram esse método relataram que sua solução “de ouro” foi a última a ser produzida.

Quando você escrever suas soluções, seja o mais criativo e provocativo possível. Diga a si mesmo: E se minha suposição for totalmente errada?
Desafie conceitos prévios e até mesmo opostos.
Por exemplo, você pode escrever a solução óbvia ao seu problema: Trabalhar mais duro ou horas extras. Você poderia desafiar esse pensamento escrevendo uma solução exatamente oposta como “trabalhar de maneira mais esperta e menos em meu trabalho de maneira que eu possa ter mais tempo disponível para trabalhar no meu negócio em casa”.

Quando tiver terminado de escrever suas soluções, reveja as respostas e selecione no mínimo uma solução que você esteja pronto para tomar ação diante. Quanto mais rápido você tomar ação numa idéia nova, mais rápido correrá o fluxo de novas idéias focadas naquele objetivo ou problema. E, quanto maior o número de idéias que você experimentar, mais certo estará de fazer a coisa exata, no momento exato, tendo o que as pessoas chamam de “sorte”.

IDÉIAS E AÇÕES

As idéias são a maior comodidade hoje em dia, sendo que utilizamos idéias para melhorar nossas vidas, mas idéia sozinha sem ação nenhuma significa absolutamente nada. Uma pessoa comum tem de 2 a 3 idéias por ano que possam fazê-la milionária. No entanto, poucas pessoas ao menos pensam a respeito de suas idéias. Nunca aconteceu de você ter pensado em uma maneira de fazer dinheiro e um ano ou dois depois ter visto alguém pondo essa idéia em prática e fazendo milhões de dólares com ela?
Qual é a diferença entre você e a outra pessoa? É que a outra pessoa simplesmente agiu em cima dessa idéia e você não. Você deve comprometer-se a pegar pelo menos uma das idéias geradas por você e ir em frente com ela.

Existe uma conexão direta entre sucesso e ação. Na verdade, uma pesquisa norte-americana mostra que todas as pessoas bem sucedidas são movidas por ações. Elas se movem rapidamente. Agem rapidamente. Elas pegam uma idéia e colocam-na imediatamente em prática. O problema é que muitas pessoas simplesmente não agem em cima de suas idéias por terem medo.

Eu não posso elaborar suficientemente nessa matéria, mas posso contar-lhe que medo de sucesso é um verdadeiro matador de boas idéias. Algumas pessoas têm medo de agir porque tem medo do sucesso. Uma outra idéia matadoura conhecida é a síndrome do “amanha.”
A síndrome do amanhã é baseada simplesmente em postergar uma ação ou procrastinar a um nível em que nada é feito. Uma outra idéia matadoura comum é conhecida como “mas eu não tenho isso... ou Eu tenho que esperar até terminar o carnaval... etc. Você deve lembrar-se de que as condições no universo nunca são perfeitas. Sempre existirá algo negativo que impedirá o seu progresso. Mas isso não é para você. Você deve tomar ação agora mesmo e começar o seu progresso”.

USE A TEMPESTADE MENTAL NUMA BASE DIÁRIA

Em nosso mundo as idéias representam o futuro. Idéias representam progresso. Representam riqueza. Não existe nada nesse mundo que não tenha começado com uma idéia. Você deve fazer o mesmo. Você deve ter um hábito de gerar idéias numa base diária. Eu já disse anteriormente que uma pessoa comum produz de 2 a 3 idéias por ano, dirigindo de volta do trabalho, sendo que cada uma delas pode fazê-la milionária. Agora se imagine fazendo o método das vinte idéias numa base diária. Cada dia gerando vinte idéias. Se você fizer somente nos dias de trabalho, supondo que você não trabalhe nas férias, trabalhando 250 dias por ano, com 20 idéias por dia, no final do ano você terá gerado 5000 novas idéias. Se selecionar uma dessas idéias por dia e trabalhar em cima dessas idéias, sua vida brilhará com oportunidades e chaves para o futuro.

As idéias são a maneira de atingir-se os objetivos. As idéias são a maneira de superar os obstáculos. As idéias são os instrumentos a serem utilizados para resolver os problemas. Serão as idéias que farão com que você torne-se mais rico, mais feliz, mais satisfeito, mais contente e bem sucedido. É entre as idéias que todos os elementos da sorte estão contidos.

Quando você fizer do exercício de tempestade mental a primeira coisa a ser feita toda manhã, sua mente brilhará com criatividade pelo dia inteiro. Você verá novas possibilidades e potencialidades e terá idéias para tirar vantagem delas em cada rodada. As outras pessoas ficarão maravilhadas de quão rapidamente você aparece com idéias novas para atingir os objetivos, com soluções diferentes para problemas persistentes. E quanto mais você desenvolver uma reputação de ser altamente criativo, mais oportunidades você terá usando suas novas habilidades criativas.

Existem dois tipos de pessoas quando se considera a tempestade mental. Existem aquelas que escutam e balançam a cabeça positivamente e de maneira entusiasmada, que depois vão para casa e não fazem nada com suas idéias. E existem aquelas que executam e tomam a ação imediatamente a partir de suas idéias. É essencial que você tome ação de uma boa idéia no momento em que a escuta. Existe uma relação direta entre sucesso e velocidade de implementação. Se você tiver uma ótima idéia ou visão e não fizer nada, não se surpreenda se nada mudar. O fato de que você pode produzir uma idéia também quer dizer que você pode implementar essa mesma idéia.

A tempestade mental estimula seu reticular córtex (uma área do cérebro localizada no meio dos dois hemisférios e cuja função principal é trabalhar com um mecanismo de “acender”) e aumenta sua sensibilidade e conhecimento a um grau bastante elevado. Você torna-se incrivelmente perceptivo para notar pequenas coisas que podem ser combinadas com outras idéias para criar novas respostas e soluções para ajudar-lhe a mover-se rapidamente. Sua superconsciência mental global é iniciada por 3 fatores

1. objetivos desejados intensamente
2. problemas pressionadores
3. questões bem elaboradas

Você precisa utilizar todos esses três sempre que puder aumentar suas habilidades criativas. Objetivos desejados intensamente voltam-se a um desejo ardente que gera entusiasmo e excitação, estimula sua superconsciência mental e faz com que você esteja altamente alerta e ligado às possibilidades que estão ao seu redor. Problemas pressionadores que você deseja intensamente resolver acompanhado por exercícios regulares de tempestade mental são ótimos estimulantes da criatividade. E finalmente, questões bem elaboradas que sejam talvez a maneira mais dependente para estimular e provocar novas idéias sempre são chaves para impulsionar sua criatividade. Tente fazer esse exercício de tempestade mental numa base diária e veja o quão profundamente ele mudará sua vida.

Boa Sorte!!

terça-feira, 9 de novembro de 2010

TIMIDEZ E FOBIA SOCIAL



Quantas vezes você é acometido por um pânico, quando é convidado para expor os seus conhecimentos profissionais, intelectuais ou, simplesmente, para eventos sociais.
A timidez aflora e a tendência é perder todos os sentidos. Você fica trêmulo, cego, surdo, mudo.

Estudar o medo de falar em público sempre foi um dos meus principais objetivos. Quando iniciei, em 1968, meus estudos, busquei desenvolver sistemas que acelerem a eliminação da timidez, com uma terapia comportamental, colocando o paciente nas situações reais do seu dia a dia, como palestras, reuniões, debates, discursos, apresentações de trabalhos, teses, monografias, MBA, peças de teatro, vendas, debates etc.
Alguns profissionais desinformados me criticaram, comentando que o enfrentamento direto poderia agravar o quadro da fobia. Como cientista, fui mais atrevido ainda e criei o método da argumentação sob pressão. Desenvolvi um um clube de oratória, onde os alunos veteranos – aqueles que alcançam a carga horária estipulada –, poderiam prosseguir como convidados sem custos adicionais.
No clube de oratória, os veteranos se transformam em provocadores, pressionando e estimulando o debatedor durante as aulas de oratória.
O resultado do método Wajntraub para cura da timidez é um sucesso total.
A conclusão aque cheguei é que 'papoterapia' não funciona. Se o tímido não enfrentar as situações de que ele tem um verdadeiro pânico, não vai conseguir sair do buraco. Quantas pessoas que comparecem no meu curso de oratória e que passaram a vida na obscuridade nunca foram promovidas a cargos superiores, de gerência, supervisão, diretoria, etc, enquanto todos ao seu redor alcançaram niveis herárquicos mais elevados. Ser tímido é um preço muito caro que o ser humano paga na era da comunicação… É frustante, é deprimente… Na realidade, a conta do custo do meu curso deveria ser paga, não pelo paciente, mas, sim, pelos pais que mimaram ou reprimiram excessivamente os seus filhos e também pelos professores e diretores de colégios que não aceitam o aluno muito desinibido, mais comunicativo, brincalhão, contestador, e chegam até a suspender este tipo de aluno. Sempre fui contestador, brincalhão, mau aluno, só estudava na segunda época, ficava sempre de recuperação em três matérias, as provas eram realizadas no final das férias, isso acabava com as férias da minha fámilia.

Aconteceu uma história muito bonita há pouco tempo. Estudei num cólegio judaico muito badalado no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro, Colégio Hebreu Brasileiro. Realizamos um encontro no Clube da Hebraica, no bairro de Laranjeiras, dos ex-alunos e do nosso Diretor querido, que era um Psicanalista de renome, Eliezer Shnaider, que, naquele dia, comemorava 90 anos de vida. Dei muito trabalho para ele, mas ele era o diretor perfeito, porque era pacificador, conselheiro, e, principalmente, um grande amigo de todos.
Naquele evento, fui ao palco e convidei a minha ex-professora de Geografia, que tinha uma voz esganiçada, tendendo para o agudo, e rouca. Sempre que ela entrava na sala de aula, eu imitava a sua voz e ela me colocava para fora da sala. Quando chegou ao palco, ela fez o seguinte comentario: "Quando comecei a ouvir na mídia o nome de Simon Wajntraub, eu não acreditei: era o pior aluno do colégio, o mais bagunceiro, e, agora, entre estas quinhentas pessoas presentes, é o mais famoso". Peguei o microfone e falei: "Eu sou o errado que deu certo". Fui aplaudido por todos.
Um conselho para os tímidos: Chega de ser metódico, medroso, covarde, inseguro, dependente, submisso! Parta para ação, revolucione a sua vida, transforme-se no ser humano que, com a sua comunicação, vai revolucionar o mundo. Se você não tem forças próprias para mudar a sua maneira introvertida de ser, venha conhecer o Curso de Oratória e Argumentação sob Pressão do Professor Simon Wajntraub.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Adote mais fibras na sua dieta

Você deve ouvir por aí que fibras fazem bem para o bom funcionamento do intestino. É verdade, mas não servem apenas para isso. "Fibras desempenham uma série de funções importantes, como auxiliar a assimilação de outros nutrientes, reduzir o mau colesterol (LDL), prevenir doenças e até evitar o mau hálito", explica a nutricionista Daniela Jobst.


Mas antes de entender como funcionam, é preciso saber que são divididas em dois tipos: solúveis e insolúveis. "As insolúveis atuam principalmente na parte inferior do intestino grosso, ampliando o bolo fecal. Já as solúveis agem no estômago e no intestino delgado, fazendo com que a digestão seja mais lenta", complementa Daniela. 
A nutricionista Carolina Mesquita afirma que para funcionar, as fibras solúveis devem ser consumidas com a ingestão de água. "O líquido ajuda na formação do bolo fecal e no funcionamento intestinal".

Outras funções também são responsabilidades das fibras, como a prevenção ou tratamento da diabetes

Para aproveitar todos esses benefícios, você deve então procurar boas fontes de fibras. O mais importante é consumi-las na medida certa. O primeiro sinal de que a quantidade ingerida está sendo insuficiente é a prisão de ventre.
melitos, arteriosclerose, câncer de cólon, síndrome do intestino curto e a doença diverticular dos cólons. Elas agem no controle da glicemia, na redução dos triglicerídeos e do colesterol.


Fibras são aliadas da dieta
Agora que você já conhece a função de "faxina" que as fibras exercem no organismo, citamos mais um motivo para você acrescentá-las no cardápio: elas emagrecem!

O fato foi comprovado por uma pesquisa publicada no Journal of Clinical Nutrition, que mostrou que o consumo de fibras provenientes dos cereais é capaz de diminuir o peso total e também a circunferência da cintura.

Mas nada de se entupir! A quantidade ideal de ingestão gira em torno de 25 a 30 gramas por dia e é importante não exagerar, como explica a nutricionista Daniela Jobst: "O estômago se adapta ao 'efeito esponja' das fibras e acaba se dilatando. Se a pessoa ultrapassa essa quantidade precisará comer mais do que antes para se sentir saciada. Além disso, alguns tipos reduzem a absorção de cálcio e de vitaminas A, D, E e K. Há fibras que roubam a água do organismo, provocando desidratação".  

Quem não tem o costume de consumir fibras precisa tomar cuidado. O aumento da quantidade na rotina alimentar deve ser feito de maneira gradual. Mudanças bruscas podem causar gases, cólicas e diarreias.

Fontes de fibras insolúveis: cereais (farelos), hortaliças, frutas (com cascas), leguminosas, verduras, trigo, cereais integrais (arroz, pão, torrada).
Fontes de fibras solúveis: aveia, cevada, no bagaço de frutas cítricas, maçã, goiaba, castanha, nozes, ervilha, leguminosas em geral. 

Conheça cinco motivos para comer fibras:
1- Aumenta a saciedade: as fibras solúveis absorvem água e formam um gel, permanecendo mais tempo no estômago. Com isso, a sensação de saciedade é mais duradoura.
2- Reduz o colesterol: estudos indicam que, quando combinadas com uma dieta pobre em gorduras, as fibras ajudam a reduzir a taxa do mau colesterol (LDL).

3- Controla a glicose: as fibras promovem a liberação mais lenta e constante de glicose, ajudando a regular os níveis de açúcar no sangue.
4- Facilita a digestão: refeições ricas em fibras exigem uma melhor mastigação, o que torna a digestão mais eficiente.
5- Melhora o funcionamento do intestino: as fibras aceleram a passagem do bolo fecal pelo intestino, evitando prisão de ventre e outras doenças.


Minha vida, saude alimentação e bem estar.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Ansiedade!!





Quem nunca sentiu ansiedade? Antes de uma grande viagem, de uma entrevista de emprego, vestibular, casamento ou mesmo em situações cotidianas a ansiedade costuma estar presente. Como cuidar para que ela não estrague momentos importantes e não se transforme em algo maior?
A ansiedade atingi cada vezes pessoas no mundo todo. Eu sofro de ansiedade e vou dar algumas dicas para quem também sofre com esse problema.
Para controlar a ansiedade, evite tomar café, comer chocolate, açucares… estes alimentos podem dar um bem-estar momentâneo, mas, depois a ansiedade volta ainda maior.
Pratique exercícios físicos, sempre que puder faça uma caminhada, eu caminho no mínimo 3 vezes por semana, é ótimo. Ouvi dizer que comer banana, diminui a ansiedade, comigo tem dado certo.
Em alguns casos são necessários medicamentos para fazer tratamento, e se com as dicas que eu dei os sintomas persistirem, procure logo um médico. Viver com ansiedade não é fácil
A ansiedade é um sentimento de apreensão desagradável, vago, acompanhado de sensações físicas como vazio (ou frio) no estômago (ou na espinha), opressão no peito, palpitações, transpiração, dor de cabeça, ou falta de ar, dentre várias outras.
A ansiedade é um sinal de alerta, que adverte sobre perigos iminentes e capacita o indivíduo a tomar medidas para enfrentar ameaças. O medo é a resposta a uma ameaça conhecida, definida; ansiedade é uma resposta a uma ameaça desconhecida, vaga.
A ansiedade prepara o indivíduo para lidar com situações potencialmente danosas, como punições ou privações, ou qualquer ameaça a unidade ou integridade pessoal, tanto física como moral. Desta forma, a ansiedade prepara o organismo a tomar as medidas necessárias para impedir a concretização desses possíveis prejuízos, ou pelo menos diminuir suas conseqüências. Portanto a ansiedade é uma reação natural e necessária para a auto-preservação. Não é um estado normal, mas é uma reação normal, assim como a febre não é um estado normal, mas uma reação normal a uma infecção. As reações de ansiedade normais não precisam ser tratadas por serem naturais e auto-limitadas. Os estados de ansiedade anormais, que constituem síndromes de ansiedade são patológicas e requerem tratamento específico. Os animais também experimentam ansiedade. Neles a ansiedade prepara para fuga ou para a luta, pois estes são os meios de se preservarem.
A ansiedade é normal para o bebê que se sente ameaçado se for separado de sua mãe, para a criança que se sente desprotegida e desamparada longe de seus pais, para o adolescente no primeiro encontro com sua pretendente, para o adulto quando contempla a velhice e a morte, e para qualquer pessoa que enfrente uma doença. A tensão oriunda do estado de ansiedade pode gerar comportamento agressivo sem com isso se tratar de uma ansiedade patológica. A ansiedade é um acompanhamento normal do crescimento, da mudança, de experiência de algo novo e nunca tentado, e do encontro da nossa própria identidade e do significado da vida. A ansiedade patológica, por outro lado caracteriza-se pela excessiva intensidade e prolongada duração proporcionalmente à situação precipitante. Ao invés de contribuir com o enfrentamento do objeto de origem da ansiedade, atrapalha, dificulta ou impossibilita a adaptação.