data='blog' name='google-analytics'/>

Seguidores

sábado, 17 de julho de 2010

Catarinense presa na Turquia volta a Joinville após quase cinco anos

Angela ganhou
 o direito de ser solta após cumprir metade da pena por bom 
comportamento - Rogerio da Silva
Angela ganhou o direito de ser solta após cumprir metade da pena por bom comportamento
Foto:Rogerio da Silva

Angela Wress, 28 anos, desceu do avião acompanhada da mãe e não deu entrevistas

Roelton Maciel 
A joinvilense Angela Wress, 28 anos, chegou à cidade na manhã deste sábado, acompanhada da mãe, Isolete, no primeiro voo com partida de São Paulo. Ela usava uma boina e estava sorridente quando desceu do avião, mas escondeu o rosto com um lenço antes de entrar no saguão do aeroporto Lauro Carneiro de Loyola.

Ela e a mãe não quiseram dar entrevistas e saíram às pressas em direção ao estacionamento, onde o pai de Angela, Maurílio, esperava no carro. Foi o primeiro encontro da joinvilense com a família após quase cinco anos.

Angela estava presa na Turquia desde dezembro de 2005. Ela foi presa em flagrante no aeroporto de Istambul, quando carregava 16 quilos de cocaína em uma mala.

A suspeita é de que Angela teria sido aliciada para transportar a droga a mando de um homem que conheceu na internet. Sem condições de viajar para o exterior, nenhum parente viu a brasileira no tempo em que ela esteve presa.

Angela também nunca pôde ver o filho, que tinha apenas dois anos quando ela foi presa na Turquia. A joinvilense ficou detida em um presídio da capital Ancara até ser condenada a seis anos, dez meses e 15 dias de prisão pela Justiça turca por tráfico internacional de drogas, em janeiro de 2007.

Depois da condenação foi transferida para a Penitenciária Feminina de Bilecik, no interior daquele país, onde permaneceu até a última quarta-feira. Ela ganhou o direito de ser solta após cumprir metade da pena por bom comportamento.

A passagem de volta para o Brasil foi comprada pela embaixada brasileira em Ancara.